Sangria

Parece que mais meia dúzia de atletas da Equipa Nacional não querem voltar ao Pocinho em 2011.
Dr. Jekyll diz que só está na EN quem quer, que ninguém é obrigado. Mr. Hyde diz que há muitos que queriam, mas não aceitam fazer parte da farsa.
Dr. Jekyll diz que há condições humanas e técnicas para se fazer um bom trabalho na EN, mas que é preciso espírito de sacrifício para aspirar a altos voos. Mr. Hyde acha que o Inverno vai ser rigoroso e que o acentuado arrefecimento nocturno previsto para esta semana vai afastar ainda mais alguns do paraíso tropical transmontano escolhido pela FPR para base de treino.
Dr. Jekyll diz que nem todos têm perfil para fazer parte da equipa nacional. Mr. Hyde concorda e acrescenta que não sabe porque são então convocados atletas sem perfil…

3 Responses to “Sangria”


  1. 1 Homem do Norte 20/10/2010 às 9:32

    Simples!

    Com a “deserção” em massa dos “perfilados” só restam as segunda, terceiras,… escolhas.

    E como o número de remadores é finito, um dia ninguém estará disponível.

    Solução: angariar pessoas por aí que estejam disponíveis para serem remadores das EN’s.

    Lol

  2. 2 Nortenho 20/10/2010 às 13:11

    A saga continua…

    Não diria remadores de segunda pois na minha opinião existem júniores e séniores com qualidade. O que me dá a entender é que com os últimos desenvolvimentos afastaram atletas que são incómodos para a EN. No entanto volto a afirmar que o remo está neste estado muito por culpa dos alguns dos actuais dirigentes dos clubes, senão vejamos:
    – Quem dirige a maioria dos clubes já o faz à mais de 5/10 anos, vai dai o Sr. Presidente continua no cargo pela inércia dos mesmos. Fala-se muito em jogos de cintura/bastidores e nesse tipo de jogo o Presidente é craque.

    Deixa andar que um dia acaba… Não se sabe é como…

    Já dizia o saudoso António Feio na conversa da treta “… o melhor é deixar bater no fundo. Depois começa-se tudo de novo…”

    Saudações desportivas

  3. 3 Homem do Norte 21/10/2010 às 10:14

    Ora! Ora!

    Coisa fácil! Com mais jeitinho aqui, jeitinho ali, o Presidente da Federação lá arranjará mais uns remadores paras as EN.

    Basta abordar uns dirigentes de clubes, daqueles que só olham para umbigo, e está feito: mais uns remadores de elite!

    Já alguém se entreteu a calcular o índice de “turnover” (rotação) nas equipas nacionais de remo?

    Verão que provavelmente haverá lugar no Guiness!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: