Avante! Remo

Já saiu o 1º número do Avante! Remo, o orgão oficial do regime. Parece que o NQL preferiu utilizar um eufemismo e chamou-lhe “Remo Portugal”.
Dr. Jekyll louva a iniciativa e considera que pode ser uma forma de comunicação da FPR com os clubes, alguns deles tão afastados andam dos eventos da modalidade.
Mr. Hyde está céptico e acha que uma e-revista poderia ser mais difundida e mais barata. Dá até o exemplo da FISA, federação de grande capacidade financeira, que edita a World Rowing Magazine.
Dr. Jekyll acha que o papel é mais fácil de ser lido, até porque nem todos os dirigentes dos clubes aderiram às novas tecnologias, há ainda quem plante batatas nas hortas reais em vez das virtuais do Farmville.
Mr. Hyde acha que a FPR deveria mostrar o caminho aos menos actualizados, ao contrário de limitar o uso de tecnologias globais por causa de meia dúzia de infoexcluídos.
Dr. Jekyll salienta ainda o profissionalismo da revista, que faz jus à referência de capa “Revista de informação espacializada e profissional”.
Mr. Hyde diz que não duvida do profissionalismo nem dos dotes geográficos dos editores. Mas diz que tem ideia de ter lido na e-revista da FISA (não especializada e amadora…) que os Mundiais de seniores seriam na Nova Zelândia…

10 Responses to “Avante! Remo”


  1. 1 Desinformada 22/04/2010 às 12:47

    claro que a informação é sempre relativa, como relativa é a empresa onde se faz esta despesa necessária para o NQL.as noticias, a empresa e quem nela trabalha revelam a forma como tudo foi cozido.dou razão a algumas pessoas que se revelam contra o estado actual do remo
    Bem hajam

  2. 2 Juliana 23/04/2010 às 18:36

    Quanto custa ao erário público a revista promocional das actividades do presidente do remo portugês?

    • 3 Centrista 26/04/2010 às 9:49

      Para além de ser o “órgão oficial” do NQL, é mais uma forma de dar uns trocos a uns quantos oportunistas, daqueles com que o NQL pretende “mudar o remo português” e que, como sabemos (ele próprio o disse), não podem ser ser do remo.

      Advogados provincianos e imberbes, assessores autárquicos de Soure, tipos da Ass. de Futebol de Coimbra, ex-Governadores, ex-Presidentes de Câmara, gajos do Judo e ex-dirigentes da Ass. de Futebol de Setúbal, bancário persseguido refugiado mo sindicalismo, agentes de seguros e, agora, também malta das informáticas e das edições ali dos lados de Taveiro/Soure.

      Tudo gente boa, em que, subitamente, despertou um inexorável paixão pelo Remo, fortemente apostados em esmifrá-lo até mais não e em o usar para promoção e proveito pessoal

      Enquanto isso o NQL, vai crescendo no ego o que não cresceu de outra forma.

      E o passivo não pára de aumentar. Apesar de se realizarem nacionais a custo zero (incluindo os árbitros a quem não paga).

      Esperemos pelo Campeonato da Europa e logo veremos se o descalabro ainda não é maior.

      Neste momento já são 400 mil euros de dívidas acumuladas a fornecedores e agentes do Remo! QUATROCENTO MIL EUROS!!!!

  3. 4 João Vieira 23/04/2010 às 23:41

    O nacional de Verão para júniores e séniores fica mesmo a meio da 1ª fase de exames nacionais… Porreiro pá.

  4. 5 Zé Barnabé 25/04/2010 às 16:52

    Se calhar o novo regime das federações desportivas, tal como “outras obrigações”, exige que cada federação tenha o seu pasquim oficial.

    Até que a fartura dure,

    Bem Hajam
    (esta saudação está na moda e o presidente gosta dela)

  5. 6 Centrista 27/04/2010 às 13:08

    É. É a maravilhosa gestão da nossa Federação.

    Mas não faz mal. A mlta leva os livros e vai dando uma olhadas enquanto rema.

    Também, com o nível que temos, até dá para isso.

    Mas o gajo não pára de fazer regulamentos. Saíram mais 3 ou 4.

    Ele é de transferências (com € e tudo).

    Ele é de publicidade (alguns clubes vão ter que deitar fora os equipamentos recentemente adquiridos, sob pena de serem desclassificados).

    A propósito: a FPR passa a ter direito ao dobro do espaço nos equipamentos que os clubes. Espantoso! Os clubes têm os patrocínios e depois são obrigados a promover os patrocinadores da FPR (que até pode ser um concorrente no mercado).

    Mas há mais, muito mais: nada de refrências em língua estrangeira e um se número de disparates que só servem para complicar.Coisas salazarengas!

    Aquilo que de facto tem substância já está tudo no Código da Publicidade.

    Para não falar que se continuam a aprovar regulamentos para entrarem em vigor em plena época.

    Enfim! Veremos onde isto pára!

  6. 7 João Silva 03/05/2010 às 12:19

    Questão ao dr Jekyll:

    Porque é que este site nunca falou de empresas que usam clubes como a caminhos de água?

    Ou de dirigentes representantes de marcas como a swift que fazem negocios “para” o clube?

    Ou de dinheiros com direcçoes mal explicadas?

    Desafio o Dr Jekyll a falar destes temas (ou será que o Mr Hide é gestor do blog???)

  7. 8 João Silva 05/05/2010 às 14:37

    Bem me parecia🙂 ehehe

  8. 9 UZADO 13/05/2010 às 17:54

    Caro João,
    Protocolos e acordos privados, com o dinheiro que não é de todos nós, pode realmente deixar duvidas mas também deixa muita inveja e a inveja é uma merda e o dinheiro não “é do da FPR”. Podemos comparar as épocas em que o NQL era também treinador e dirigente sem estatuto na AAC e os tempos de agora, eu vejo muitas diferenças e só para melhor. Quanto ao usar “os outros para negócios” no fim do mandato logo vemos se o NQL volta as finanças ou vai para politico com a baba do padrinho a cair em cima.

    E eu estarei cá João, aguardando para ver os heróis que se seguem. Volta a comentar que eu gosto de ler as coisas de que tu não sabes.

    Kind Regards

    • 10 HG (Beto) 27/05/2010 às 20:57

      Caro João Silva!
      Lamento profundamente a forma como ataca uma pessoa, sem saber realmente o que fala.
      Aliás é política nacional acusar sem ter provas e ter provas e não acusar.

      A pessoa que o sr.acusa luta e sempre lutou por um clube e por uma modalidade. Apresenta-se como imparcial nos momentos decisivos e lógicamente luta pela sua camisola ajudando o ma´ximo que pode o clube em que cresceu.

      A sua empresa nunca prejudicou o clube, se calhar até ajudou. A sua presença no clube sempre foi uma mais valia, será que a sua onde está no momento se possa considerar como tal?!

      Para acusar esta pessoa é porque por alguma razão está contra ela e assim sendo não será muito difícil ver quem você é.

      Mas o que importa é defender quem merece ser defendido e referir que o LM já contrinuiu mais para o remo que certamente você o fará, porque os contributos analisam-se de formas várias e algumas que se reflectirão no futuro.

      Cumprimentos

      HG,( o sr. do nome grego)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: