Circo Cardinali

Parece que o circo volta à cidade. Mas, curiosamente, a estreia do novo espectáculo decorre num dia útil, sexta-feira 17 de Julho, com início às 21h30.
Mr. Hyde diz que não se compreende a opção. Toda a gente sabe que os palhaços gostam de prolongar o seu espectáculo recorrendo a várias palhaçadas e artimanhas, algumas delas com recurso ao mais recentes manuais editados pelos banqueiros arguidos. E com regata no rabinho do bufo no dia seguinte ainda se compreende menos…
Dr. Jekyll diz que não havia datas disponíveis para esta AG a não ser o dia 17: dia 18 já havia uma regata marcada, dia 25 marcou-se uma regata à pressa para que a data ficasse ocupada (confidenciou-nos um “mouro” amigo que as condições continuam a não existir e que o mais certo é ser novamente adiada…). Dias 19 e 26 são dias santos, e o nosso Presidente é muito católico, como se sabe.
Mr. Hyde diz que o equilibrista se continua a aguentar no arame, mas que o arame abana cada vez mais…

5 Responses to “Circo Cardinali”


  1. 1 Sulista 06/07/2009 às 13:08

    Vergonha!

    Nem acredito no que li.

    Os clubes vão aprovar isto?

    E vão deixar-se tratar como gente anormal?

    Haja bom senso.

    Chutem este troglodita do Remo Nacional!

  2. 2 Sulista 06/07/2009 às 15:43

    É. O nosso Presidente anda praí a dizer que os estatutos são assim porque a lei obriga e que tem que ser na sexte às 31h30 porque depois já não há data e o Estado (deve ser o amigo Secretário de Estado) obriga senão perde-se o estatuto.

    Realmente este gajo não tem pinga de vergonha.

  3. 3 Heráclito Guimarães 06/07/2009 às 21:42

    Quero antes de mais referir que este é um dos meus blogs favoritos, ulttrapassando alguns políticos.
    Sem dúvida que isto é uma palhaçada e apesar de gostar de ver palhaços no circo, detesto ver alguém fazer daquilo que eu gosto um circo e pior ainda tentar dar missa aos padres, ou falando circensemente tentar dar tanga aos bandidos.

    O Estado obriga a serem feitos os estautos desta forma tanto como eu detestaria ver o ressabiado sair do poleiro. Sim esta ave rara deve julgar que leva os tansos durante o tempo que quer.

    O Dia D do Remo tarda, mas tenho a certeza que não falhará, o 25 de Abril há de ocorrer e quando esse dia acontecer vocês vão ver como o Remo vai crescer como nunca, porque venha quem vier, vai ser de longe muito melhor que aquele arrebitado que não faz nem deixa fazer.

    Agora mais objectivamente, desejo do fundo do coração que mesmo os clubes que o têm apoiado tenham a consciência do que estão a fazer e do mal que poderão fazer não apenas a si, mas aos seus atletas, futuros atletas e a centenas ou milhares de pessoas que poderíam conhecer o desporto e certamente não o irão conhecer fruto da democracia ditatorial que esse oportunista, pretenso imitador de ditadores, quer implantar.

    Estou furioso…e gostava tanto de o ver….mas era novamente na sua repartição.

  4. 4 APARado 08/07/2009 às 12:11

    Caros amigos

    não percebo como até para marcação de tão importante evento, não se observa o que está nos estatutos e quando em outras alturas se utilizou o expediente do prazo (útil) para a não aceitação da APAR, a saber:
    Estatutos da FPR
    ……
    Artigo 23º
    Funcionamento
    ………..
    ……
    2. A Assembleia Geral deve ser convocada pelo Presidente da Mesa, mediante comunicação
    por carta registada ou por qualquer outro meio legalmente admissível, dirigida a cada um
    dos associados, com a antecedência mínima de 15 dias, devendo a ordem de trabalhos
    constar do aviso da convocação.
    ………..
    ………..

    Ora, perante o regulado e pelo transmitido pelo ofício Nrº145/09 e acta da reunião de dia 11 de Fevereiro de 2009 da comissão eleitoral, a mesma pessoa leia-se Pres. Mesa Assembleia Geral, leva-me a ponderar em apresentar um pedido de ajuda à APAV (Assoc. Port. Apoio Vitima), é que nestes termos as violações ficam para quando e para quem “tem autoridade para as praticar”.
    A convocatória tem data assinalada de 03 Julho, com mais 15 dias a contar do dia seguinte dará, como diria António Guterres(é só fazer as contas), 18 de Julho.

    Aqui fica o excerto da referida comunicação:
    Acta

    Reunião Comissão Eleitoral FPR

    11 Fevereiro 2009

    No dia 11 de Fevereiro, pelas 21h00, na sede do Grupo Desportivo Ferroviários do
    Barreiro, reuniu a Mesa da Assembleia-Geral, agora constituída como Comissão
    Eleitoral (CE), com os seguintes elementos, tendo sido também convocados pelo
    Presidente da Mesa da Assembleia-Geral os serviços administrativos da FPR:

    João Gouveia (Presidente)
    Álvaro Branco (1º Secretário)
    Manuel Ribeiro (2º Secretário)
    Catarina Esteves (Secretária-Geral FPR)
    …….
    ……..
    Ponto 2 –

    O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral recebeu no dia 10 de Fevereiro, carta
    do Presidente do Conselho de Arbitragem, a solicitar a convocação de uma
    Assembleia-geral extraordinária para dia 21 às 9h00. A Mesa da Assembleia-Geral
    deliberou também por unanimidade que não é possível atender ao solicitado, por
    entender que tal VIOLARIA o previsto no nº2 do artigo 23º dos Estatutos da FPR.

    Assim dou razão a um antigo colega de escola que dizia:
    “Existem violações porque alguém não colabora”.

    Mantem-se a actualidade do pensamento, ou não?

    Abraços para todos e votos de boas provas, se as conseguirem encontrar.

    PS- tão importante reunião magna e assunto não deveria estar no sitio da FPR para consulta pública é que assim diz o sitio depois de ter sido alvo de ataques por piratas.

    “Finalmente! É com esta expressão de alívio que começo esta pequena mensagem, motivada pela reactivação do site da Federação Portuguesa de Remo, o qual esteve demasiado tempo off-line, não por nossa vontade, mas pelos problemas que teve a sua construção, e também pelos actos de pirataria que nos vimos confrontados, pelos ataques feitos através do nosso antigo site. Foi aliás este o motivo por que tivemos de encerrá-lo há já quatro meses.
    O que interessa agora é o presente, e este é o da reactivação da página da Internet da FPR, que se espera acima de tudo, que seja uma página de informação, de consulta, onde todos os assuntos que interessam à família do remo, possam ser consultados através dela.

    Por fim queremos pedir desculpa a todos os interessados pela nossa modalidade, pelo tempo que estivemos sem site, mas esperamos que esta demora seja compensada com o futuro do mesmo.

    Bem hajam.

    Rascão Marques
    Presidente da FPR “

  5. 5 Álvaro Branco 08/07/2009 às 14:33

    E verdade a lei, só se cumpre quando dá jeito.

    Mais um acto democrático de um que muito se arroga como tal.

    De facto, rezam os compêndios do direito que “se o lapso temporal for expresso em dias, o prazo começa a ser contado no dia seguinte àquele em que ocorrer a citação, a notificação ou o evento relevante que despolete o início do seu curso. O dia da prática do acto, da ocorrência do facto, da decisão, da citação ou da notificação não são incluídos na contagem.”

    Assim, a convocatória é irregular por estar desconforme ao nº 2 do art.º 23º dos Estatutos da Federação Portuguesa de Remo.

    O 15º dia, iniciando a contagem no dia seguinte ao da notificação como mandam as regras e a lei, seria no dia 18 e não o dia 17.

    Portanto, a realizar-se, qualquer deliberação da AG poderá e deverá ser objecto de impugnação.

    Para que conste!

    Álvaro Branco
    Barreiro


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: