Jantar de desagravo (e agravo)

RM convidou os associados para dar a conhecer a sua equipa. Vai ser tipo o concurso Miss Universo mas sem biquinis e miúdas boas. “Agora, num traje escuro, Mister IDP. Agora Mister Tenente Coronel. Agora Mister Seguros.” Não vamos perder pitada. Até porque a única vez que os nossos dissecadores jantaram no Farol da Guia (para quem não sabe a Guia é uma povoação perto de Cascais, bem no centro geográfico do Remo Português…) deixaram lá mais de 30 euros por pessoa e este vai saber a pato (Quá! Quá!). Daí o título: desagravo para os associados e agravo para os cofres da FPR. Mas o que são mais 2.000 ou 3.000 euros num prejuízo acumulado de 374.000 euros em 4 anos?

convite

7 Responses to “Jantar de desagravo (e agravo)”


  1. 1 O Sulista 23/04/2009 às 13:51

    Mais uma encenação de marketing paga pelo remo em proveito de meia dúzau de oportunistas.

    E se pagassem o que me devem? E ao meu Clube? E à minha Associação?

    Já agora, senhores doutores, já viram a última pérola jurídica do CJ (o antigo).

    Vejam e depois digam se esta malta está ou não de boa fé!

  2. 2 Miguel Fernandes 23/04/2009 às 15:45

    Muito enagalnado anda o têso e endividade do nosso Remo.

    Em Cascais faz-se remo?

    Que burro! Claro que se faz: de ergómetro (nos ginásios) e , talvez, o tal de remo “inclusivo”.

  3. 3 Nortenho 23/04/2009 às 23:23

    Mas quem disse que não tinha biquinis e miudas boas???…

    As rolinhas de Soure e arredores que estiveram nas duas útimas A. G. por certo vão desempenhar esse papel… e sem ofensa por certo bem melhor, pois nas últimas A. G. não sabiam bem o motivo pelo qual lá estavam!!!…🙂🙂🙂 Posso adiantar que na de Aprovação do Relatório e Contas nem tão pouco tinha conhecimento do número de votos que tinham direito???????? Foi preciso o Sr. Presidente da A. G. chamar clube a clube perante a passividade de todos os agentes do remo presentes na sala… Onde é que isto já se viu???? Não conheço modalidade alguam em tal de parecido se tenha acontecido. POr estas e por outras se diz que a malta do remo é diferente🙂🙂🙂

    Sempre à pessoas que se prestam a determinados papéis em troco de uns cobrezitos…

    Aquilo vai estar cheio de apoiantes: Fabril, C. N. Barreirense, CIM, Nautico, Caminhense, Cerveira, C. Naval de Lisboa e por fim o bem amado C. N. Setubalense🙂🙂🙂

    Quanto à mala do remo inclusivé.. stão dentro por inerência…

    MAS QUE GRANDE PALHAÇADA

  4. 4 Miguel Fernandes 24/04/2009 às 8:14

    Eh pá O C N Barreirense até poderá estar na conezaina, mas olha que foi dos que mais acertadamente falou na AG.

    Mas se estiver, é por puro calculismo, aliás característica do compamheiro C. Assunção que també o levou a abster-se na AG de Montemor.

    Mas o CN Setubalense, esse, tem o seu nome manchado pela deplorávela titude do seu ddelegado o Carlos Bispo.

    Será que os órgãos directivos de Clube têm a noção do que realmente o seu delegado fez?

    Duvido!

  5. 5 Goldslide 24/04/2009 às 17:03

    Mensagem da FPR aos Clubes e Associações Nacionais:

    “Atendendo a despesas imprevistas num evento que se irá realizar em Cascais, comunicamos que as verbas em atrazo só irão ser pagas a partir de 2011, e em prestações mensais. Tal facto deves-se a importância do evento, e à pouca importancia que tem entregar as verbas aos Clubes e Associações (onde já se viu??gastar dinheiro em regatas de remo??que desperdicio)!!

  6. 6 xico-esperto 28/04/2009 às 22:35

    Nesta cerimonia sera anunciado o novo patrocinador da FPR

    Os arbitros!!!!

  7. 7 O Sulista 30/04/2009 às 9:59

    É hoje o dia da comezaina da consagração dos golpistas.

    Não se esqueçam de assinalar a data. É mais uma data negra do Remo Português.

    A data em que alguns vão ao beija-mão a troco de umas migalhas (clubes e pseudo-clubes apoiantes desta triste continuidade).

    Outros estarão extremamente empenhados, bajulando o poder e, como tem sido hábito, atacando os “actores” da modalidade, em assegurar o seu futuro comezinho a troco de mais uma requisição que os tire do balcão das finanças e do banco e lhes dê a projecção e a pseudo-importância que não lograram alcançar com trabalho e competência nas respectivas actividades profissionais.

    E, finalmente, teremos os “abutres”. Aqueles que, organizados numa teia com sustentação partidária, descobriram no Remo uma nesga para, mais uma vez, assegurarem um tacho, daqueles de que sempre viveram.

    E houve que se prestasse a abrir-lhes a porta.

    Veremos onde e como isto acaba!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: