Vamos jogar às “escondidas”?

As coisas giras que se encontram na net… Mr. Hyde pergunta em que mundo é que uma Direcção de uma Federação não convida os seus associados para a Tomada de Posse. E diz que é a resposta a quem pensava que o Remo já tinha batido no fundo…

http://www.remoportugal.pt/

Tomada de posse – Novos Órgãos Sociais – 2009/2012
2009-04-17

Após parecer do Conselho Jurisdicional, negando provimento aos recursos apresentados, tomaram posse os Órgãos Sociais eleitos para o quadriénio 2009/2012.

(…)

Anúncios

21 Responses to “Vamos jogar às “escondidas”?”


  1. 1 Zé Antonio 19/04/2009 às 19:28

    Pois claro! Pensavam que a CJ ia dar razão aos chatos dos gajos do remo?

    Nem sequer espanta. De ilegalidadem em ilegalidade, lá vãp guardando o tacho.

    Granda rascão e granda Bispo! Vão ficar na história por terem traído o Remo.

    Mas descansem que mais batalhas se aproximam.

    Um dia serão banidos do Remo. Esperem e verão.

    No meu clube e em tudo em que esteja envolvidos, dispensamos a vossa presença. São “personas non gratas”. Nem se aproximem. Fiquem lá com os vossos donos do futebol. Vendidos!

  2. 2 O sulista 19/04/2009 às 19:42

    É a coisa à “cosa nostra”.

    Típico!

  3. 3 O sulista 19/04/2009 às 19:44

    Bateu no fundo? POr este andar isto só pára quando não houver nada para apanhar

  4. 4 Pescador 19/04/2009 às 20:44

    São os mafiosos é que fazem as coisas às escondidas.

  5. 5 Goldslide 19/04/2009 às 23:53

    Ai meu Deus, ai meu Deus, ai meu Deus…!!!!!!

    Isto só melhora com um milagre do 13 de Maio em Fátima, com a intervenção da Nossa Senhora!!!

    Já prometi ir a Fátima a pé e com um ergómetro às costas se este pesadelo acabar!!!

  6. 6 Goldslide 20/04/2009 às 0:04

    PS: Nossa Senhora ouviu as minhas preces, mas diz que a situação está tão má, tão má, tão má, que um ergometro não chega…tenho que levar um oito às costas….ja falei com o Clube, e eles emprestam…

  7. 7 Goldslide 20/04/2009 às 0:08

    Ah…

    Também falei com o Professor Bonga Bonga, que me disse que isto é um poblema de invejas e mau olhado…

  8. 8 Goldslide 20/04/2009 às 0:13

    Nota da Presidencia da FPR:

    Fazemos as tomadas de posse onde e com quem quizermos, e ninguem tem nada a ver com isso…

    Pensamos juntar-nos fazer como o Paulo Gonzo e também fazer a cerimonia 350 metros debaixo de água, mas muitos dos elementos dos novos Corpos Sociais nunca viram água, e têm medo de ficar assustados.

  9. 9 Zé António 20/04/2009 às 9:59

    Caros amigos,

    Em face disto, provavelmente, chegou o momento de dar passos no sentido da criação da Liga Portuguesa de Remo Olímpico.

    É certo que o remo se alargou a clubes de natureza distinta dos de remo olímpico. Certamente por boas razões, pelo menos nas suas perspectivas pessoais, quem está na direcção federativa não soube ou não quis promover esta realidade em frutuosa coabitação. Na verdade, mais parece que a tão apregoada diversidade só serviu para assegurar votos na titânica luta pelo poder.

    Vingou a expressão do “nós ou os outros”!

    Usou-se de forma vergonhosa o que chamaram de “remo inclusivo”.

    Manipularam-se leis, normas e regulamentos.

    Desprestigiaram-se órgãos sociais, transformando-os em meros instrumentos de manutenção de poder.

    Ameaçaram-se e condicionaram-se clubes.

    Negociaram-se vantagens com este s e com aqueles.

    Intimidaram-se dirigentes.

    E sabe-se lá que mais!

    Tudo em nome de um dito projecto de “continuidade”

    Enfim. São conceitos de democracia! Do tipo sul-americano certamente!

    Assim seja!

    Era o poder que queriam? Então fiquem com o poder. Nós ficamos com o Remo. E por uma razão muito simples. Somos nós que o praticamos, somos nós que o dirigimos. E isso, não nos podem tirar.

    E também não podem tirar o direito de nos associarmos como bem o entendermos.

    Chegou então o momento de, com passos seguros encetarmos uma nova caminhada, façamos algo de “fresco” no nosso remo. Com saber, que temos, com os clubes, que temos e com a paixão que, indubitavelmente, temos.

    Mas sobretudo, pela positiva e com lisura. Porque temos que ser diferentes.

  10. 10 Goldslide 20/04/2009 às 10:22

    Yes!!!

    Yes We Can!!!

  11. 11 Goldslide 20/04/2009 às 10:42

    Liga Portuguesa de Remo Olímpico???

    Olha, se calhar é muito mais facil que parece: temos barcos, planos de agua, julgo que arbitros tambem se arranjam, temos apoios…estamos a espera de que???
    Ate se calhar a comunicação social apoiava mais…assim podiam fazer dois tipos de reportagens: as provas da Liga (cheias de gente e barcos – o bom sabor dos velhos tempos..) e as da FPR: meia duzia de barquitos perdidos na agua..)

    Ai sim, nos e que iamos conseguir patrocinadores!!

    Força Zé…em frente que a malta apoia..

    Salvemos o remo!!

    Viva a LPROlimpico

  12. 12 Zé António 20/04/2009 às 11:05

    Vamos por os juristas a trabalhar.

    Para que tudo seja feito “comme il faut”!

  13. 13 Goldslide 20/04/2009 às 11:14

    Yes We Can !!!!!!!!!

  14. 14 Luís Bernardo 20/04/2009 às 11:15

    Uma coisa é certa, nenhum situacionista ou arrivista como aqueles que “aterraram” no Remo pelas mãos do Rascão e do Bispo, com a falsa e interesseira conversa de remo inclusivo, nos pode obrigar a estar numa Federação que deixou de ser nossa.

    Para a frente com a LPRM!

    Toca a desenvolver contactos para apoios financeiros.

    Vamos fazer um trabalho sério e eficaz em nome da nossa modalidade.

  15. 15 O Sulista 20/04/2009 às 14:04

    Bem vistas as coisas, o melhor mesmo é desligar e ignorar a Federação e os cromos que a dirigem.

    Querem poder?

    Querem tacho?

    Querem protagonismo?

    Fiquem lá com eles que a malta fica com o Remo (remado, que é o que realmente importa.

    Liga de Remo Olímpico já!

  16. 16 Goldslide 20/04/2009 às 21:56

    Viva a LPRO !!!!

  17. 17 Goldslide 20/04/2009 às 22:08

    A minha opinião:

    Temos espaço para tudo: Clubes, Associações, LPRO, e a FPR.

    Cada Clube é livre de agir como bem entender, e não vejo poruqe não participarem nas competições da FPR, e na LPRO simultaneamente(e viva o Remo Indoor, viva o Remo Olimpico, vivam os Clubes pequenos, vivam os Clubes grandes, vivam os Clubes que não existem…viva quem goste da modalidade…)só que o problema é que sem o aparecimento da Liga, isto começa a perder a piada…estamos num campo de batalha, ou numa saudavel e querida modalidade??

    Acho que existe espaço para todos: fica desagradavel este clima que se está a criar..assim todos ficam felizes…a FPR com a sua pesrpectiva sobre a modalidade (???), e os gloriosos clubes nacionais, que merecem muito respeito e que sem eles a modalidade não existia…

  18. 18 O Sulista 21/04/2009 às 16:29

    Vá lá gente!

    Então não têm nada a dizer sobre este CIRCO?

    Não vamos ser moles, tipo manteiga, perante tudo isto.

    Ou vamos?

  19. 19 O Sulista 21/04/2009 às 16:32

    Já agora:

    O Rascão Marques já pagou aos clubes e associações e aos árbitros o que lhes deve?

    É que lá ao Clube ainda não chegou nada.

    ESTAMOS EM ABRIL DE 2009. E AS DÍVIDAS RESPEITAM A 2008.

    Convém relembrar!

  20. 20 O Sulista 21/04/2009 às 16:45

    Sabem porque é que o Rascão Marques e Direcção (a anterior) considerarm que não era necessário que os clubes tivessem as cotas (de 2009, porque as cotas se vencem no dia 1 de Janeiro de cada ano – Portanto, à cabeça) em dia para poderem votar na AG eleitoral e na AG de 4 de Abril?

    RESPOSTA: Porque, nessa data, só os clubes credores de valores da Federação é que as tinham efectivamente em dia, uma vez que tais créditos já são líquidos dos montantes a pagar à Federação, entre eles, o valor respeitante à cota. Todos os outros clubes que não tinham valores a receber da FPR, para votarem, ou passarem cerdenciais com direito de voto, teriam que pagar a respectiva cota.

    Portanto, à luz das normas, grande parte dos clubes de 1 e 3 votos e muito provavelmente os do remo “inclusivo” com 9 votos, não poderiam ter votado por não terem as cotas em dia.

    Que foi o que aconteceu em 2007 à ANAR. Por isso, e bem, o seu delegado levantou a questão na última AG.

    O Sérgio, delgado da ANL, penso eu, terá interpretado mal a situação. De facto, a ANL é um dos clubes que tinha e tem a cota de 2009 em dia, porque a ANL é um dos clubes com valores a acertar com a FPR.

    De resto, tem mais que isso: é credora da Federação.

    Relembra-se a este propósito, que em 2006, o Rascão Marques, com a ganância de arrecadar mais uns trocos, antecipou o pagamentos das cotas, cobrando, então, no acerto de contas do ano de 2005, duas cotas: a de 2005 e a de 2006.

    Para que fique o registo de mais esta manobra do mais RASCO que se possa imaginar.

    Como podemos estar bem entre tal gente?

  21. 21 Goldslide 21/04/2009 às 23:27

    Valha-nos Nossa Senhora!!!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: