Boas contas e bons amigos

Um investigador da Universidade de Oxford está a trabalhar numa correlação entre a crise financeira mundial e a crise financeira na FPR. Segundo Roy McKee alguns indicadores de crise na FPR permitiriam antecipar a crise mundial e implementar algumas medidas de sustentação da economia antes de o mundo ser abalado pela crise. Este investigador partiu de dados fidedignos que indicam que a crise na FPR foi o prenúncio dos acontecimentos que arrastaram o mundo para a recessão. Basta ver que em 2007 o resultado da FPR foi negativo (109.000 euros ou 150.000 euros, dependendo do olho da cada um), um valor que representa 11 a 15% do orçamento anual. Esse resultado foi apresentado em Março de 2008, trazendo um sentimento negativo ao mercado, deteriorando o sentimento económico e arrastando consigo uma série de bancos nos EUA e na Europa, que não conseguiram resistir à crise do sub-prime.
Outro dos documentos que servem de base à tese daquele investigador é o comunicado da APAR, reproduzido abaixo, que alerta para 14 meses de atraso nos pagamentos da FPR aos árbitros. Segundo Roy McKee, o facto de os árbitros não receberem é visto como um empréstimo dos mesmos à FPR para que esta se mantenha em actividade, o que permite antever uma crise crescente que culmina numa crise mundial.
Roy McKee verificou que os clubes e as AR’s também não receberam ainda qualquer verba de 2008, sendo este mais um indicador que reforça as conclusões do seu estudo: Roy MacKee conclui que, se no futuro houver acontecimentos idênticos (resultado negativo, atrasos nos pagamentos a árbitros, clubes e AR’s), podemos concluir que estamos à beira de outra crise económica mundial, pelo que o melhor é emigrarmos para a lua e depressa…

Comunicado da APAR:

Em reunião de Direcção da APAR e depois de consultados os associados, vimos
informar da posição que decidimos tomar e da qual decidimos dar conhecimento
aos contactos do Remo de que dispomos. Passamos, a transcrever:

1- A APAR exige à FPR liquidação imediata de todas as despesas relativas a
2008
, apresentadas pelos árbitros quando ao serviço da FPR de acordo com o
normativo em vigor

2- A partir de agora os árbitros condicionam a sua participação no Júri das
Regatas ao cumprimento do prometido pelo Sr. Rascão Marques na última
reunião de árbitros em Coimbra, ou seja, a liquidação das despesas das
Regatas num prazo máximo de 15 dias após a sua apresentação pelos árbitros
.

3- A APAR mantém a sua posição de exigir o cumprimento integral do Código de
Regatas Nacional em todos os Campeonatos Nacionais.

A Direcção

0 Responses to “Boas contas e bons amigos”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: