Caldas de Felgueiras

Um simpático leitor pede ao Dr. Jekyll uma consulta online, comentando sobre o Natal do Hospitais. A provecta idade do Dr. Jekyll já não lhe permite aspirar a ser um guru da internet, mas o juramento de Hipócrates não o deixa rejeitar ajuda a quem apresenta problemas de saúde. Diz ele que o Pocinho é como as Termas, umas semanas por ano não fazem mal a ninguém. Que não há nada como dissecar no sossego, sem ninguém por perto a dar palpites, mesmo que o corte esteja a sair mais para a esquerda. Acrescenta que até os Russos deixaram a Sibéria porque parece que aquilo estava a ficar cheio de satélites espiões e que cada vez há mais processos por negligência. Mr. Hyde já se contorce na cadeira, diz que não tem que fazer horas e horas de viagem para 4 dias de dissecações, que se sente mais confortável a dissecar junto da família e amigos e que isso ajuda à sua concentração. Diz até que devia haver 3 ou 4 dissecadores espalhados pelo país – Norte, Centro e Sul – que trabalhariam em conjunto com as dezenas de dissecadores que já trabalham nessas regiões com os seus aprendizes. Dr. Jekyll volta à carga, diz que o microclima do Pocinho – quentinho no Inverno e fresquinho no Verão – é difícil de igualar em qualquer local do país, muito menos no litoral. Mr. Hyde relembra a barreira linguística, consta que no Pocinho se fala um dialecto estranho e de difícil compreensão pelo comum dos mortais. Diz até que há dialectos diferentes entre seres da mesma raça. Dr. Jekyll desvaloriza, diz que há um dissecador que põe toda a gente a dissecar do mesmo modo. Mr. Hyde ri-se. Diz que sim, mas que essas dissecações são todas muito fraquinhas. E que não se lembra da última vez que esse dissecador percorreu o país a dissecar em conjunto com as tais dezenas de dissecadores – e seus aprendizes – espalhados pelo país…

Anúncios

1 Response to “Caldas de Felgueiras”


  1. 1 curioso e amigo 14/11/2008 às 11:15

    Obrigado sr.dr. faz-me sentir melhor e poupou-me a distância e uns trocos para me deslocar ao seu estabelecimento. Na imensidão escura ou clara, depende da orientação ocular futura e inteligente, o sr. dr. está decidido a provar sua teoria! Esta-me a convencer do que é bom e mal. Já conheço o trabalho do sr. dr., sei que continua a trabalhar incansavelmente na sua regeneradora fórmula. Não faça como em tempos, partilhe-a connosco antes que volte novamente a ser criticado ou mesmo que deixem de gostar de si, tal e qual como fez a “Beatrix”. Aguardo pela sua intensa pesquisa e experiência na dissecação de dados e me faça acreditar que vale a pena remar novamente. Grato pela sua disponibilidade, como disse já me faz sentir melhor…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: